1984

George OrwellLuis ScafatiMaíra Mendes Galvão

O romance distópico, o manifesto da nossa realidade.
Escrito como um alerta ao totalitarismo em 1948, há mais de 70 anos, 1984 é uma distopia arrepiante, cujas ideias foram apropriadas pela cultura mainstream em uma amplitude atingida por pouquíssimos outros livros. Muitos de seus conceitos, como “Irmão Mais Velho” (Big Brother) e “Polícia do Pensar” (Thought police), são facilmente compreendidos, muitas vezes como motes para abusos sociais e políticos na modernidade. Winston Smith, o herói do livro, é o símbolo dos valores da vida civilizada, e sua derrota é um lembrete mordaz da fragilidade desses valores diante de estados todo-poderosos.

As ilustrações de Luis Scafati recriam de forma admirável a atmosfera sufocante dos regimes totalitários num contexto em que nada é ilegal, pois não há leis que protejam seus sujeitos.

“Não vai haver distinção entre o belo e o feio. Não vai haver curiosidade nem fruição do processo da vida. Todos os prazeres concorrentes serão destruídos. Mas sempre, não se esqueça disto, Winston, sempre haverá a intoxicação pelo poder, cada vez maior e cada vez mais sutil. Sempre, em todo momento, existirá o júbilo pelo domínio, a sensação de pisotear um inimigo indefeso. Se quiser ter uma imagem do futuro, imagine uma bota pisoteando um rosto humano para sempre.”

“Aqui não estamos mais sozinhos diante daquilo que geralmente reconhecemos como ‘literatura’ e identificamos como boa escrita. Aqui estamos, repito, diante de uma energia visionária.” Umberto Eco

“Li e reli inúmeras vezes: estava entre os meus livros favoritos.” Margaret Atwood

16,5 x 24 cm
352 pp.
Brochura
ISBN: 978-65-86563-12-2

R$84,90

ISBN: 9786586563122 Categorias: , Tag:

Informação adicional

Autor

Ilustrador

Tradução

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “1984”